• Redação

#Coronavírus - Santa Casa de São Roque terá novas regras e horários de visita para minimizar riscos

Confira a nota do hospital Seguindo a linha de outros hospitais brasileiros, a Santa Casa de São Roque estabeleceu novas regras de funcionamento durante a pandemia COVID-19. As mudanças envolvem a segurança de pacientes, colaboradores, prestadores de serviços e têm como objetivo principal colaborar com a estratégia de interromper a corrente de transmissão do coronavírus. As medidas de segurança foram definidas em conjunto pela diretoria Técnica Médica, Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, gerência de Enfermagem, equipes médicas, serviços de apoio e administração da Santa Casa, e estão alinhadas com as diretrizes de enfrentamento do Ministério da Saúde que também estão sendo seguidas pelo Departamento de Saúde de São Roque.

Fluxo de atendimento casos suspeitos O atendimento aos casos suspeitos de Covid-19 segue o fluxo definido pelo Ministério da Saúde que vem atualizando as orientações por meio de videoconferências com os hospitais. Atualmente, os pacientes que apresentam sintomas alerta (tosse, febre acima de 39ºC e dificuldade de respiração) são acolhidos, examinados, medicados se necessário, têm material para testagem coletado e são orientados a aguardarem o resultado em isolamento em suas residências. Pacientes com sintomas avançados como dificuldades respiratórias graves que atendam critérios de urgência e emergência serão internados nas áreas de isolamento delimitadas no hospital. Todos esses casos serão notificados como suspeitos até a confirmação do resultado. Novas regras para visitas a pacientes Desde o dia 17 de março, pacientes internados nas clínicas médica, cirúrgica e pediatria estão autorizadas a receber um visitante por dia, durante 30 minutos. O horário de visita para os pacientes dessas áreas é das 15h às 15h30. Na maternidade a regra é a mesma, mas o horário é diferente: das 16h às 16h30. Os períodos são diferentes para evitar aglomeração de pessoas no hospital. Pacientes internados em leitos de isolamento e observação estão proibidos de receberem visitas. Acompanhantes Acompanhantes de pacientes continuam permitidos, mas limitado a uma pessoa para reduzir o fluxo de entrada no hospital. Na observação a regra é diferente. Apenas menores de idade, idosos e portadores de deficiência terão direito a um acompanhante. Uso de máscaras Não há evidencia científica que mostre a eficiência do uso de máscaras por pessoas que não estão infectadas pelo coronavírus e a Santa Casa de São Roque está seguindo o protocolo nacional e só disponibiliza esse equipamento de proteção para os pacientes que apresentam os sintomas de alerta, como: tosse, febre e coriza. Essas pessoas podem ou não estar contaminadas e o mais prudente é evitar que as gotículas expelidas por elas ao falar, respirar, tossir ou espirrar fiquem expostas. A Santa Casa tem um volume de insumos dimensionado para o atendimento dentro do protocolo e não fornece máscaras aleatoriamente. Circulação de pessoas no hospital A orientação é de que as pessoas permaneçam em ambiente hospitalar somente quando realmente necessário pelo menor tempo possível. Representantes de laboratórios, entregadores e fornecedores têm acesso ao interior do hospital somente mediante autorização e agendamento prévio. Também está proibida a circulação/permanência de funcionários nas dependências hospitalares fora de horário de trabalho. Todos os programas de estágios foram cancelados e os estudantes orientados a permanecerem em casa. Suspensão de cirurgias eletivas As cirurgias eletivas serão suspensas temporariamente por prevenção. Os pacientes estão sendo avisados e os procedimentos já agendados serão remarcados para datas oportunas. Suspensão de ultrassom, mamografia e raio-x Os exames de imagem como ultrassonografia, mamografia e raio-x originados na rede básica de saúde estão suspensos por 15 dias. Apenas os casos de emergência originados no pronto atendimento da Santa Casa serão realizados. Consultas ambulatoriais Todas as consultas ambulatoriais estão suspensas por 15 dias. Somente casos de acompanhamento ambulatorial pós-operatório serão atendidos quando houver indicação médica. Desafios à vista Especialistas e autoridades de saúde estão fazendo previsões de agravamento e de novos desafios para o sistema de saúde, sobretudo para os hospitais. Problemas no abastecimento de suprimentos hospitalares são uma das preocupações que já começa a ser percebida pelas instituições de saúde. Para enfrentar esses desafios, a Santa Casa de São Roque esclarece que tem trabalhado em conjunto com o Departamento de Saúde, Secretaria de Estado da Saúde e Ministério da Saúde e que novas medidas podem ser adotadas de acordo com a evolução da pandemia no município. A administradora da Santa Casa, Andrea Helena de Moraes Rodrigues faz uma apelo à população para que respeitem as orientações das autoridades de saúde. “Nós que trabalhamos no hospital não podemos ficar em casa, mas as demais pessoas DEVEM!”, alerta a dirigente.

199 visualizações