• Redação

Em Mairinque Justiça cancela concurso público da Câmara Municipal no ano de 2018

A decisão veio em uma audiência de conciliação realizada na quarta-feira (5), que reuniu representantes do Legislativo e do Ministério Público. Além do cancelamento, a Câmara deve lançar um novo concurso até o dia 30 de agosto deste ano. Outra medida do acordo é que os quase 800 candidatos inscritos vão ter um crédito para participar novamente. O valor que eles pagaram vai ser cobrado da empresa Fortis Consultoria, organizadora do concurso invalidado. Com o cancelamento do processo seletivo e o cumprimento desse acordo, o presidente da Câmara na época, Kioshi Hirakawa, fica livre do processo. Já em relação à associação das empresas Fortis e Dux, que atuaram na organização, o processo continua. As duas têm sede em Santa Cruz do Rio Pardo, no noroeste do estado. Para o Ministério Público, a Fortis serviu como empresa de fachada da Dux, que não podia assinar contratos com o poder público.

Fonte G1 Sorocaba

38 visualizações