• Redação

Reembolso de almoço para vereadores gera polêmica em Mairinque 

Há alguns dias, parte da população de Mairinque, tem manifestado nas redes sociais, certa indignação referente a dados oficiais sobre os valores recebidos por alguns vereadores, como forma de reembolso de despesas com viagens e alimentação.

Segundo apurado por nossa redação, os reembolsos estão previstos por resolução da câmara municipal e cada vereador tem direito a reembolsar até R$ 300,00 em despesas por mês, desde que apresentadas as notas fiscais.

Ocorre que a população, que tem vivido momentos políticos conturbados no município, entende que este reembolso, mesmo que legal, é imoral.

No portal da transparência da câmara de Mairinque, estão registrados nos anos de 2017, 2018 e 2019, mais de R$ 7 mil em reembolsos, e destes, o vereador Rafael da Hipica foi o que mais usou esse benefício, tendo recebido R$ 4.825,21, seguido por Biula R$ 698,68, Rodrigas R$ 605,51, Kioshi R$ 596,94 e Pastor Kennedy, atual presidente da Câmara, R$ 454,43.

Os valores referentes ao ano 2020, ainda não estão disponíveis no site. Nas redes sociais, os munícipes pedem para que algum vereador proponha um projeto de resolução que revogue tais benefícios, inclusive, apelam para que os vereadores apontados, parem de gastar o dinheiro público desta forma.

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria da Câmara e aguardamos retorno.

608 visualizações