Novo armamento adquirido pela Polícia Militar de São Paulo foi apresentado nesta quinta, 20

O governador João Doria reforçou a importância do investimento, para que a polícia de São Paulo seja uma referência internacional na adoção de boas práticas e na qualidade de seus equipamentos. Com investimento de R$ 119,5 milhões, a modernização do arsenal das forças públicas de segurança do Estado de São Paulo, promovida pelo Governo do Estado, compreende a aquisição de 50 mil pistolas .40; 1,3 mil fuzis e 1 mil armas de incapacitação neuromuscular. Está em andamento a fase de testes para a compra de 10 metralhadoras leves e estão previstas ainda licitações para compra de 1 mil submetralhadoras, 4 mil coletes de proteção balística, dois fuzis de precisão (sniper) e munições, tanto para os fuzis de precisão quanto para calibre .12. Os fuzis adquiridos são plataformas modernas utilizadas em operações de segurança na atualidade. Enquanto o fuzil .556 é mais leve e apropriado para operar em ambientes urbanos, o .7,62 dispara projéteis maiores e capazes de percorrer distâncias mais longas. Trata-se de uma arma de apoio, principalmente para os Batalhões de Choque e para os Baeps, unidades ligadas ao enfrentamento do crime organizado. - Com informações do Governo do Estado de São Paulo -